Terça-feira, 25.08.09

"Coraline"

Eu amei o filme, as imagens e a música! Esta é a minha preferida. Chama-se "Exploration".

publicado por Ynnêz às 00:00 | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 26.07.09

A música faz-me sonhar

Parece um boneco não parece? Foi o que pensei quando vi pela primeira vez este vídeo. Quando o oiço, parece que tudo roda à minha volta. É uma sensação única e inexplicável.

publicado por Ynnêz às 00:48 | comentar | ver comentários (10)
Terça-feira, 05.05.09

Exame de Ballet - concluído

Neste dia estive super doida, à beira do ataque de nervos.

E foi assim o dia:

Cheguei lá cedo, para ter tempo de vestir, concentrar-me e preparar-me. Mas quando as outras se foram embora do balneário, fiquei sozinha e preocupada, pois já estava na hora e ninguém do meu grupo tinha aparecido. Desci, e fiquei ao pé minha professora e da minha mãe, só depois pareceu uma do meu grupo e fui com ela. Quando se preparou voltamos a descer, faltava só uma que era o nº2, os professores esperaram que ela aparecesse, e até pediram à examinadora mais cinco minutos, e não apareceu.

Lá fui eu ( nº3) e a outra ( nº1 ). Entrámos na sala, e confesso que tremia tanto que mal conseguia estar em pé.

Fizemos a vénia e fomos à barra. Tentei ter uma respiração digamos, normal. Já que tenho alergia e asma, imaginem naquele momento, mal conseguia respirar e concentrar-me. A professora que estava a observar-nos às vezes dizia “ Respirem!”, pois mal acabávamos um exercício, já estávamos a preparar para outro e na realidade não respirávamos. Fiquei com a garganta tão seca que nem conseguia certamente movimentar-me!

Felizmente a examinadora era muito querida e bonita, parecia uma estrela de Hollywood. O pianista, (sim, é loirinho, com óculos e muito simpático!) já o conhecia. Ás vezes enganava-me nos passos, por muita coisa, pelos nervos, timidez, insegurança e da respiração. Sempre fui assim, nas aulas faço tudo bem, mas quando é avaliação troco-me toda. Houve um exercício que "eles" se riram e ao princípio não sabia porquê, aquilo é mesmo a sério, não se pode perturbar nada. E descobri a razão quando o meu exame acabou. Há um exercício que chamamos a "dança dos índios" e nesta dança é para dançar sozinho, e eu era a última a dançar mas desta vez fui a segunda, pois a outra faltou. A música era diferente na minha parte, o que complicou mais. Comecei a dançar aquilo, até lá tudo bem, mas no fim acabei num sitio que não era suposto ficar  (foi na outra ponta da sala) e eu desesperadamente olhei para a minha amiga e perguntei para os meus botões " Mas...o que ela está ali a fazer? Será que eu errei?!" E errei mesmo, era suposto estar no outro lado da sala. Mas riram-se porque foi muito criativo, pelo que disseram. No fim nós estávamos completamente exaustas e cansadas. O pianista, a examinadora e a minha professora juntaram-se e disseram mesmo que fui realmente criativa naquele exercício.

Recebi um diploma, e passei.

publicado por Ynnêz às 21:23 | comentar | ver comentários (11)

pesquisar neste blog

 

posts recentes

♥Blogs

arquivos